quarta-feira, 6 de maio de 2015

Panelaço

FB06Mai2015

Bom dia a todos.
Tenho evitado falar de política aqui.
Precisei de um tempo.
Me desgosta muito ver que alguns amigos ainda reduzem as questões a esse maldito fla-flu da política.
Mas vou dizer algumas coisas aqui, agora.
Em momentos como o que vivemos, carregado de nós a desatar, surgem formas as mais inusitadas de protestar.
Agora as panelas entraram na moda.
Já vimos mulheres protestando tirando a roupa, mostrando as bundas pelas janelas de ônibus, mostrando os seios.
Homens também!
Já vimos homossexuais se travestindo.
já vimos ruas e praças tomadas por bandeiras vermelhas.
Já vimos soltarem animais no Congresso.
Já tivemos o teatro de provocações.
Já tivemos um grande provocador ( que continuará conosco "in memoriam")
E qual o problema?
É preciso parar de resmungar, parar de se queixar de lado a lado.
É um comportamento que não ajuda, queixar-se do adversário justamente por ele exercer sua função e necessidade.
Seria, no meu caso, culpar a burguesia, a burrice ou incompreensão popular e o imperialismo pelo fim de meu PCB (o original). Ora, fomos criados para enfrentar tudo isso! - ganhamos em muitos casos, perdemos em outros tantos!- e a História veio caminhando, - celebro as inúmeras conquistas populares em todo o mundo.
Mas meu PCB acabou( podia ter se reciclado, mas não conseguiu devido às concepções arcaicas e autoritárias que ainda dominavam a direção depois da anistia de 1979- eu fiz parte de uma direção clandestina que tentou isso antes da anistia. Fomos vencidos pelos dirigentes atrasados que voltavam ao Brasil com as velhas convicções). Sem o partido, nós, os militantes passamos a buscar outras alternativas até a criação do PPS, que levou a maior parte de nós e que agora se funde com o PSB. Espero que assim se crie uma boa e viável alternativa á esquerda. É preciso se movimentar, buscar espaços, rever atitudes e caminhos.
Voltando às manifestações, não ajuda ridicularizar quem se manifesta, tentar reduzir o significado de seu protesto. Não ajuda, irrita e não resolve.
Ainda mais ontem, com as declarações na CPI e a ausência da Presidente no programa.
Está difícil sair desses nós atados na vida dos brasileiros.
Mas sem mobilização, sem manifestações, nada acontecerá.
Que todos se manifestem!
Que a política se reorganize! - que se recicle!
Que cada agrupamento político cuide de se reencontrar, reagrupar, medir-se, de forma adulta e interessada em resolver. E não se paralisar remoendo mágoas.
Ou nos reciclamos ou a História não nos absolverá!


Sabias palavras de João Batista de Andrade
  • João Batista de Andrade

    Escreva um comentário...
  • João Batista de Andrade

    Escreva um comentário...
Belíssimo texto de um cidadão que pensa. Que sai fora do maldito fla-flu. Parabéns, João Batista de Andrade!
Uma parte do seu texto é luz pura: Voltando às manifestações, não ajuda ridicularizar quem se manifesta, tentar reduzir o significado de seu protesto. Não ajuda, irrita e não resolve.
  • João Batista de Andrade

    Escreva um comentário...
Muito lindo esse apelo e desabafo do Joao! Estou com ele!
lucidez...
  • 2 pessoas curtiram isso.
  • João Batista de Andrade

    Escreva um comentário...