segunda-feira, 20 de outubro de 2014

MST (Dilma13) e Eu (Aécio45)...

Mensagem que recebi hoje:

  • 6 h · Curtir
  • Glória Coutinho Prezado João, ñ lhe conheço pessoalmente, porém fui apresentada à sua obra, quando estudei Cinema na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Seus filmes O Homem que Virou Suco, O País dos Tenentes, Doramundo são maravilhosos e os considero integrantes de uma lista dos melhores filmes já realizados no Brasil. O filme Vlado 30 Anos Depois e principalmente o Doc Travessia me inspiraram a escrever meu TCC ( Trabalho de Conclusão de Curso) na Darcy Ribeiro, que é uma história que se passa em 1969 em plena Ditadura Civil - Militar. Por isso, sua decisão em apoiar AÉCIO NEVER, me deixa perplexa e se eu fosse sua amiga, gostaria de saber quais são as suas razões. Confesso que li o tal manifesto que vc nos aconselha, para entender sua posição neste momento dramático da História do Brasil ( lembrando que, quem quer que seja que vença esse pleito, o Brasil continuará numa encruzilhada dramática) ñ tenho ilusões com o Governo PT, tenho todas as críticas possíveis aos Governos petistas, ocorre que votarei em# Dilma 13, justamente por aqueles pontos em que o Manifesto que vc assina,diz que manterá AÉCIO NEVER, caso seja eleito. Sou militante do MST - Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, ñ sei se vc conhece, e considero que a maior parte das forças que apoiam o PSDBILTRE, representam tudo aquilo que vc conhece e que tão talentosamente vc revelou em seus filmes e que nós do MST lutamos contra. Hoje considero vc e outros artistas e intelectuais, como Heidegger, Thomas Mann, Wagner e tantos outros que ficaram ao lado de forças tão obscuras que colocam em risco a sobrevivência da própria Humanidade, um enigma para mim. Entretanto abomino a apologia ao ódio contra aqueles que pensam diferente nós. Tento compreender pois sei que nós seres humanos, somos muito complexos e ñ é nenhuma eleição que resolverá nossas contradições pessoais, econômicas, políticas, culturais etc. Prefiro ficar com Marx e Eisenstein que certamente vc conhece muito bem, os dois trabalharam com o conflito e a contradição. AÉCIO NEVER ou # Dilma 13, ñ resolverão todas as nossas contradições, pra mim somente a REVOLUÇÃO poderá forjar algo novo. Espero que no dia 27 de outubro nenhum de nós tenha virado suco kkkkk. Com todo respeito espero que vc seja feliz DILMAIS! Kkkkkk
    1 h · Curtir
  • João Batista de Andrade Glória Coutinho, muito obrigado pela calorosa mensagem. Vou simplificar o texto. Nos queremos as mesmas coisas. Só que eu acho que o caminho será mais longo e menos radical. De qqr maneira fico feliz com a separação justa entre a politica e a arte. Minha obra literária e cinematográfica é mais importante que a política. Grande abraço.
    1 h · Curtir

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Luta de classes?

FB 17Out2014


Parece que há uma acirramento da luta de classes, mas SÓ AQUI no FB. Entre aecistas e dilmistas. Uma divisão entre pessoas que na vida e na história são tão parecidas, instruídas, cultas, de extratos sociais tão próximos. Me incluam fora dessa armadilha. Tenho minhas razões para votar e defender o voto em Aécio. E sigo minhas próprias razões, sem querer falar em nome de um abstrato povo. E nem julgar em nome dele. No fundo estamos disputando os votos desse povo que nos ouve, vê e percebe esse dilaceramento na intelligentzia brasileira. Nós os estamos obrigando a escolher entre nossos projetos para eles. Em meu próprio mundo da cultura, quanta divisão. Isso mostra a dificuldade em que nos encontramos, uma encruzilhada. Todos tem razão e ninguém tem razão. É importante que tenhamos consciência disso e que a política brasileira se atualize na mediação dessas visões. A política brasileira tem em sua história uma tradição de superação, coisa que não podemos simplesmente jogar fora. Pois é disso que precisamos e não a guerra.






    • Sergio Santeiro Desde que não eleja a direita.
    • Neusa Felipe Concordo.
      2 h · Curtir
    • Myrian Christofani Concordo plenamente.
      2 h · Curtir
    • Adrian Levinson Ar fresco de inteligência emocional com sentido social é muito bem-vinda
      2 h · Curtir · 1
    • Andrea Nogueira tb tenho minhas razões para defender o voto em Dilma... então, há divisão sim!!! clara e necessária. Mas o pior, João Batista de Andradesão aqueles que votam em Aécio por odiar o PT e/ou a Dilma (ouço poucos declararem voto útil nela)...
      2 h · Curtir
    • Nic Nilson Nós temos ódio da corrupção. Temos ódio da implantação de um outro projeto baseado em poder pelo poder, temos ódio de políticos que votam projetos na surdina, que doam dinheiro para outros paises sem nossa autorização... isso poderia ser qqer partido...
      1 h · Curtir · 1
    • João Batista de Andrade Todos nós temos nossas razões, inclusive não gostar de um dos partidos em disputa. Não podemos pilotar as escolhas. Podemos pregar nossas idéias, nossas preferências, tentar ganhar o máximo de adesões. E nada mais. Já disse aqui que depois o eleitor votará como quiser, na solidão de uma cabine de votação.
      1 h · Curtir · 3
    • Nic Nilson temos odio qdo o PSDB tbm comete seus desmandos... dessa maneira vamos tentando eliminar as possibilidades de corrupção... é dificil, mas nao temos outra maneira de fazer. O q não vamos suportar nunca e vamos lutar com todas as forças é para q nenhum p...Ver mais
      1 h · Curtir · 1
    • Rubens Kignel É de fato impressionante o nivel de agressividade e muitas vezes de violência que se instaura entre pessoas ditas educadas e cultas, parece a pior ralé de torcida de futebol. Deprimente.
      1 h · Curtir · 2
    • Nic Nilson pois então, Rubens, a começar pelos debates... não é debate, é chingamento ao vivo... é desprezo, é humilhação.... A TV tinha q vetar. Os politicos estariam ali p apresentar seus projetos p todos... como estao numa guerra pessoal, os seus seguidores tbm se degladiam... isto é muito triste... cruel
      1 h · Curtir · 1
    • Nic Nilson eu fico muito feliz do João Batista de Andrade ter aberto este debate maravilhoso, alto nivel... obrigado amigo Joao.
      1 h · Curtir · 2
    • Sergio Muniz Batista, você sabe o quanto te respeito, apesar de neste momento votarmos diferentemente. Só que, para mim, a luta de classes nunca terminou.
      1 h · Curtir
    • Rubens Kignel Chamo de "combate" não de debate.
      1 h · Curtir · 1
    • Newton Guimarães Cannito otimo Joao. Eu voto Dima, mas respeito quem vota em Aecio claro. Nao é luta de classes nao. Para mim a principal diferença é a conducao economica, por isso sou Dilma. Mas respeito a decisao do povo brasileiro.. Por ouro lado acho normal acirrarmos um p...Ver mais
      1 h · Curtir · 1
    • Nic Nilson Então Sergio Muniz, esta divisao de classes vai sempre existir, agora nao incluir esta ou aquela classe no pacote da governança é q é duro. Estive conversando com o presidente do PSOL e ele me disse que politica é escolha. Opção pelos pobres ou pelos ricos... Dai eu me exaltei, pq eu sou do lado das pessoas, não me importo de que classe... minha escolha seria governar para todos..
      1 h · Curtir · 3
    • Cristiane Costa vc é dos meus,  Falou tudo!!!
      1 h · Curtir
    • Sergio Muniz Exagerando, só para fazer um pouco de humor negro e relaxar, digamos que a Dilma/Lula governaram para todas as classes: bancos e banqueiros, empreiteiros, agronegócios, classe média usando ProUni e ProTec, financiamento de automóvel,por exemplo. Além, é claro, dos milhões que sairam da miséria. Acho que todas as classe foram contempladas
      1 h · Curtir · 1
    • Nic Nilson oi Newton Guimarães Cannito q otimo vc entrar nesta conversa.... muito boa sua colocação... a condução economica é mesmo um diferencial p nossa escolha... A unica coisa q temos q ter cuidado e não colocar os carros na frente dos bois... ir fazendo cois...Ver mais
      1 h · Curtir
    • Sergio Muniz .... E no meio de todas a s suas considerações, tome lá (numa boa) luta de classes.
      1 h · Curtir
    • Nic Nilson verdade, pq tem q existir isso? meio imcompreensivel p minha pequena cabeça... Mas existe mesmo, mas o governante nao pode fazer acepção pessoas
      1 h · Curtir
    • Regina Perez Você, sempre lúcido nas suas colocações. Estou com você em tudo. Abrs
      1 h · Curtir
    • Nic Nilson Sérgio, graças q nao existe a casta... pois casta nao deixa ninguem sair da condição... nusss ai sim seria o fim... agora em classes ainda ha uma possibilidade de sair dela... NAO SEI VCS, mas eu era tao pauperrimo q morei em comodos só de tijolos e se...Ver mais
      1 h · Curtir · 1
    • João Batista de Andrade Eu nunca disse que acabou a luta de classes. Só que completamente diluída numa quantidade absurda de mediações e a insignificação do chamado proletariado numa sociedade predominantemente de serviços e de informação. Brigamos entre nós, que frequentamos...Ver mais
      23 min · Editado · Curtir · 1
    • Nic Nilson VEJO ASSIM TBM, João Batista de Andrade, exatamente quem acha q tem o conhecimento através do poder da informação quer escravizar... isso é cruel
      22 min · Curtir
    • Carlos Maga Mestre estamos amadurecendo, a nossa jovem democracia ainda é uma adolescente cheia de conflitos. Essa guerra que está sendo travada eu acho boa, ela é as claras, não mais em porões ou em quatro paredes. E sempre depois da guerra vem a paz.
      19 min · Curtir
    • Sergio Muniz Batista, ódio eu não tenho, pessoas que pensam diferente de mim eu respeito, desde que me respeitem, como você o faz. Com adversários eu posso discutir. Mas para as manifestações de rancor, ódio e grosseria (que nada tem de políticas) com que 3 "colega...Ver mais
      17 min · Curtir · 1
    • Nic Nilson Carlos Maga, eu nao sei orar, nao sei pedir aos ceus... mas existe em mim uma esperança de q um dia a paz interna chegue ao brasil e q ninguem, ninguem mesmo, de nenhum partido, queira se apoderar desta paz...
      16 min · Curtir
    • Nic Nilson Oh Sergio Muniz, vc é uma pessoa de alma grande... divido com vc todas as frustrações e todas as alegrias... muito otimas as suas colocações... isso sim é conversar, dialogar, ouvir e fazer ser ouvido
      14 min · Curtir
    • Sergio Muniz Nic, numa boa e respeitando todos os que tem religião, é muito bom não misturar politica com crenças religiosas. Se não fica parecendo que nada adianta nada, só Deus resolve, enquanto somos nós pobres mortais que temos de descascar o abacaxi, segurar o touro pelo chifres e ir em frente que atrás sempre vem gente.
      13 min · Curtir
    • Nic Nilson isso mesmo, por isso eu disse, eu q nem sei rezar, mas acredito no poder transformador do homem para o homem e pelo homem... isso sim é dignificante...
      11 min · Curtir
    • Carlos Maga Nic, penso igual a você, por isso estamos conversando em uma timeline de um cara que admiramos. E que vota diferente de mim, mas tenho discernimento e procuro sempre ouvir quem admiro. Essa apropriação que diz, não foi feita por nenhum partido, mas pelo povo. vamos esperar dia 26.
      11 min · Curtir
    • Carlos Maga se o povo diz que o 45 é melhor para o Brasil, ok! Aqui não vai se instalar uma guerra, e sim a volta da oposição ao PT.
      9 min · Curtir
    • Pedro Guilherme Não vejo acirramento de luta de classes,. até porque não estão discutindo projetos políticos diferentes. Qualquer das propostas dos candidatos não vai contra nenhum dos ditâmes do Banco Mundial e do FMI. Há um acirramento na luta pelo poder entre grupos, que passam muito longe de mostrar efetivamente projetos estratégicos para o futuro do país, o que mostra duas candidaturas que estão muito longe de apontar para líderes estadistas. E qualquer um que ganhar vai governar no chamado presidencialismo de coalizão extremamente funesto para o país. Sem um reforma política e de Estado profunda nada mudará. O atual sistema político-eleitoral está esgotado.
      6 min · Curtir · 1
    • Nic Nilson Se o povo disser q o 13 é o melhor para o Brasil, eu vou acatar, se mais tarde nao der certo, a gente aprende com os erros, ai eu vou ter condições de voltar aqui e zoar com vc e dizer: VIU? não te falei? kkkkkk
      6 min · Curtir
    • Pedro Guilherme Vão continuar se atacando mutuamente até o final da campanha e ambos tem razão.
      6 min · Curtir
    • Nic Nilson vc nao creu neu... sifinou-se, kkkkkk
      5 min · Curtir
    • Mônica Peres ótima discussão! Nic Nilson: sua colocação sobre a 'guerra' iniciar pelos candidatos e 'contaminar' os eleitores é super pertinente! mas creio que o oposto também é verdadeiro (e deprimente): se os candidatos se baseiam muito nas pesquisas, e muito do que dizem é o que 'nós queremos ouvir', me entristeço pois constato que a praticamente substituição do debate (de projetos, caminhos, alternativas de ação...) pelo confronto (pessoal) reflete o nosso 'fla-flu' irracional, passional  nesse momento, desconfio que o discurso deles reflete mais o nosso do que o contrário... (e a desconfiança se fortalece ao observar a tônica predominante do congresso (e senado) recém eleito(s)  - por isso, apesar de gostar muito da síntese de Carlos Maga: 'depois da guerra vem a paz', tenho bastante receio de que não necessariamente isso será fato (o clima atual por aqui lembra mais do que gostaríamos os momentos pré-totalitarismos europeus - guardadas, naturalmente, as proporções, pois não intento 'aterrorizar', claro!)
      5 min · Curtir

    • Eliane Caffé Uma das boas coisas que a web tem mostrado nesses dias, é uma espécie de mapeamento das posições politicas e o retrato de como incorporamos a ideologia em vários níveis e setores. O debate é fundamental...claro com o respeito a opinião alheia, mas com consistência e disposição para ouvir...à praça publica virtual no melhor sentido... e, como homem publico de muita importância e influencia, querido João, gostaria de entender sua posição em defender o voto do Aécio. Um debate construtivo!
    • Nic Nilson Milton Imoto, a guerra muda sim... passa a ser mais informatizada, mais eletronica, mais digital e por ai.... kkkkk
    • Nic Nilson e muito mais dispendiosa e mais alem, muito mortifera e destrutiva... ja nao se faz guerra como antigamente... aliás, guerra é uma criação de governantes q colocam os seguidores para lutar sem nunca terem ido ao front...
    • Glória Coutinho Eu respeito seu voto pelo senhorzinho Neves DILMAIS! Kkkkkkkkk
    • João Batista de Andrade E por acaso, Eliane Caffé , tenho feito aqui algum debate destrutivo? - Tenho feito análises de possibilidades e caminhos. Tenho evitado qualquer patrulhamento. Algumas vezes até saúdo amigos que fizeram escolhas diferentes, como fiz com o Laerte. E tenho separado amizades de escolhas políticas. Minha posição é clara nesse sentido. Vislumbro um caminho que não passa pelo PT ( em quem votei na primeira eleição do Lula,- Lula, aliás, que tem sua primeira entrevista para TV feita por mim no programa Hora da Notícia, em 1972, quando fiz 3 especiais sobre o início da luta do Sindicato dos metalúrgicos de S bernardo contra o arrocho salarial, tendo como presidente não ainda o Lula, mas o Paulo Vidal!) Leia o manifestowww.esquerdademocratica.com.br e lá está minha posição.
    • João Batista de Andrade Amiga Glória Coutinho, é bom saber que respeita minha escolha. Eu sempre disse aqui que toda escolha é também uma perda. Tomara que resulte num ganho. Eu acredito e vou lutar por isso. Até mesmo para continuar merecendo minhas amizades e o seu respeito.
    • Tuna Espinheira Quem pricipiou e incrementou a baixaria no primeiro turno, foi o marqueteiro do PT! Como nem todos estão dispostos a oferecer a outra fáce para o tapa, a coisa degringolou, enfeiou e virou o "quem com o ferro fere..."
    • Eliane Caffé Desculpe João, se passou essa ideia. Claro que nunca senti sua forma de debater "destrutivo". Ao contrario, só quis reforçar a sua ideia do bom debate, já que os ânimos estão altos. E quando perguntei sobre sua posição, foi apenas para trazer elementos para reflexão. Desculpe se passou outra coisa! Abraços com o carinho de sempre!
    • Luiz Nunes O que devemos fazer quando uma situação não nos agrada, nos deprecia e vemos que não apenas a nossa dignidade, mas a dignidade de todos com os quais compartilhamos nossas vidas está sendo deixada em segundo plano? Mudamos. Isto não é discussão política, é tomada de posição ante fatos e ponto. Voto Aécio!
    • João Batista de Andrade Caríssima Eliane Caffé. Tenho um carinho imenso por voce e pir seus filmes. Aqui, nessa época, tudo parece mais delicado do que é. Eu é que me desculpo por qualquer desentendimento. Olha este é um momento dificil para mim, trifibio de escritor, cineasta e politico. Tudo me atrai. Tenho jeito para a politica e tenho que tomar partido (em minha vida, sempre pelo bem inependente do caminho escolhido)Mas nao qyero que a politica interfira em minhas amizades nem em minha literatura ou no meu cinema. Desculpem- me todos pelis erros de digitação num peqyeno celular.
      8 h · Curtir · 1
    • Gerardo Fontenelle Sábias palavras.
      7 h · Curtir
    • Nic Nilson Eliane Caffe, chega um momento em q temos q fazer escolhas.... muitas delas nos levam ao sacrificio... outras sentimos q erramos em relaçao a isto ou aquilo... mas é melhor errarmos pelo afã de lutar do q pelo parasitismo de aceitar tudo... Nao importa o q vc escolher, sua liberdade deve estar acima de tudo.... Sua liberdade é só sua e nada, mas nada mesmo vai mudar isso... por isso digo: se escolhermos errado, la na frente vamos ver o q fizemos... todos temos uma segunda chance... e otimos e belos filmes como só vc sabe fazer.
      6 h · Curtir
    • Nic Nilson As grandes lutas como as diretas já... qtas pessoas ficaram contra! Qtas pessoas ficaram de fora¹ E outros entregaram a vida pelas diretas... hoje estamos numa encruzilhada, não é só uma eleição. É um caminho q vai ser traçado para nossa nação p mais de 20 anos.... Ou teremos um estadismo, com o Brasil inserido no mundo global, com economia e ciencia global e pessoas sendo respeitadas em todos os seus direitos ou atrelamos nosso pais a um sistema de poder pifio, cujo poder economico e ciencia não se desenvolva e os direitos sendo cerceados a todo momento, beirando às ditaduras... É isso q esta em jogo, Pedro Guilherme...
      6 h · Curtir
    Há uma mensagem de uma militante do MST, está em separado na próxima postagem